"Faça o que eu mando, não faça o que eu faço"

“Faça o que eu mando, não faça o que eu faço”. Ora, o que esperar de um cidadão disposto à avidez, ao individualismo e às inseguranças; seria como Napoleão III fez em seu governo: criou a desordem no sistema para nada além do próprio ego. Agora, vejamos o caso da Crimeia — que certamente demonstra tal afirmação.

Sebastopol! Esta bela cidade costeira, conhecida pela sua idade e, paradoxalmente, por sua disposição, é a capital da Crimeia. Mas fique atento, pois a lenda de um fantasma permeia este local.

Dizem que Napoleão III se perdeu aí durante a guerra da Crimeia e, quem sabe, o IV não se vá por esses cantos. Demasiadas conversas. Há um novo conflito nesta cidade que, cada vez mais destrutivo, retoma o espírito cruzador do Estado Russo, o qual busca vingança ao ocidente. Repleto de intrigas, falsas alegações e Kalashnikovs, o povo local apoia o domínio russo. No entanto, um mero populismo não legitima a invasão.

5,45x39mm e 7,62x39mm são os dados do consenso. A “diplomacia da bala” — lembrando ao leitor sobre o uso errôneo do conceito como forma de negociação — é a forma de se tratar os cidadãos avessos à ideologia russa. A famigerada desinformação faz parte do processo de conquista também, em que a insegurança cresce cada vez mais.

“Palavras, palavras, palavras”. Ao referir Hamlet, nada mais trágico a se ver do que os bastiões da liberdade não fazerem nada pela liberdade além de suas promessas. Trump, desde sua chegada à presidência, nada se observa além da passividade aos russos. Merkel, não somente nada fez pelo país, como se aproximou do Kremlin.

Porém, ainda existe esperança. Nossos amigos britânicos, concomitantes às administrações May e Johnson, demonstram-nos um caminho nesta fria e tenebrosa floresta das relações internacionais. Com o Brexit, e sempre lembrando-vos do estimado colega Pedro*, é cada vez mais forte a flexibilização da política externa britânica. Pressões, expulsões diplomáticas e ameaças são a única forma de se combater o inimigo. Portanto, caros leitores, despeço-me com uma frase de Churchill: — You have enemies? Good. That means you’ve stood up for something, sometime in your life.


* Bye Bye, União Europeia, escrito por Pedro Marques. Disponível em: https://www.ibliberty.com/post/bye-bye-uni%C3%A3o-europeia.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Todo o conteúdo do site é livre para a reprodução

Ibmec - IbLiberty - 2018

Alameda Santos, 2356. São Paulo - SP

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone